quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Como era o amor há 5.000 anos


A Reuter informa, em notícia proveniente de Roma: “Esqueletos de casal são encontrados num abraço eterno.”
A notícia, que se pode ler na página inicial do MSN Brasil, diz assim (em português do Brasil): “Pode chamar de abraço eterno. Arqueólogos na Itália descobriram um casal abraçado enterrado entre 5.000 e 6.000 anos atrás.
"É um caso extraordinário", disse Elena Menotti, que liderou a equipe nas escavações perto da cidade de Mantova, norte do país. "Não foi descoberto um enterro de casal do período Neolítico, muito menos duas pessoas se abraçando -- e ambos estão realmente se abraçando". Menotti disse acreditar que os dois, quase certamente um homem e uma mulher, embora ainda não tenha sido confirmado, morreram jovens, porque suas arcadas dentárias estavam quase inteiramente intactas e não estavam gastas. "Devo dizer que quando nós os descobrimos ficamos muito entusiasmados. Tenho este emprego há 25 anos. Fiz escavações em Pompéia, todos os sítios famosos", disse ela a Reuters. "Mas eu nunca fiquei tão comovida assim, porque esta é a descoberta de algo especial". Um laboratório tentará determinar a idade do casal à época da morte e há quanto tempo estão enterrados.

3 comentários:

Anónimo disse...

Bem!! O amor é realmente uma coisa muito bonita! Como eles aguentaram 5000 anos!

isabel victor disse...

Pelo amor á vida que se deseja, se pode cuidar e se acolhe,
decidi vestir-me assim, de SIM, até ao referendo do próximo Domingo !

Anónimo disse...

Perguntinhas metafísicas
Sim, sim, sim... oh!... sim! Sim, sim, sim. SIM! SIM!
ou simplesmente: Sim!
??????????????