segunda-feira, novembro 20, 2006

BLOGUES DE CINEMA - WORK SHOP

1º ENCONTRO NACIONAL
DE BLOGUES DE CINEMA
Novas informações

Pela reacção de muitos blogues que aqui vieram depor, e por outros que se manifestaram por email, parece que o 1º Encontro Nacional de Blogues de Cinema, previsto para o fim de semana de 9, 10 e 11 de Março, em Famalicão, a abrir o próximo Famafest (Festival sobre Cinema e Literatura), está a encontrar boa recepção e aderência.

Para esses três dias, e para lá da programação própria do Festival, vai organizar-se um “work shop”, aberto a todo o público, mas dirigido preferencialmente aos bloquistas presentes. Sendo jovens a grande maioria destes, com dificuldade de acesso a filmes clássicos, sobretudo do período mudo, e dada a importância desta época, proponho três temas, todos eles profusamente ilustrados por obras a serem projectadas:

1º DAVID W. GRIFFITH E O NASCIMENTO DA LINGUAGEM AUDIOVISUAL.

2º O EXPRESSIONISMO, HISTÓRIA E PERMANÊNCIA.

3º AS VANGUARDAS NAS DÉCADAS DE 20 A 40.

Aguardo votação de bloguistas. Podem fazê-la, um por autor de blogue (blogues colectivos podem votar os vários autores), nos comentários deste blogue ou por email (ver no “profile).
Aceitarei votos até 30 de Novembro, pois terei de definir o tema do "work shop" com bastante antecedência, para o preparar.

Atendendo a várias sugestões, e como já antes havíamos escrito, o Encontro será aberto a blogues de cinema, blogues generalistas de cultura, com forte componente cinematográfica, mas também a bloguistas de outras áreas da cultura que queiram ter um depoimento sobre o cinema e a blogosfera.
Boas votações!
(o "Lauro António Apresenta" só vota no final, se houver empate)

19 comentários:

Francisco Mendes disse...

São três temas fantásticos e aliciantes, pelos quais apetece sempre discorrer. Griffith, o polémico (na temática de "Birth of a Nation") e revolucionário criador da linguagem cinematográfica. Fascinante é igualmente o vanguardismo de momentos de antologia como aflora no fotograma da cena clássica de Luis Buñuel (colaborando com Dali) em "Un chien andalou".

Mas rendo-me à frame de Wiene e do seu "Das Kabinett des Doktor Caligari". A minha admiração por Lang, Murnau (e por aí fora...); pela época e marca indelével do expressionismo leva-me a escolher o segundo tópico.

Abraço!

H. disse...

Ai Lauro, posso votar em todos? Assim de repentre escolheria o 2º Embora as minhas lacunas nesses campos sejam gritantes gostaria de saber mais sobre todos os temas...
Voto lá mais para o fim, pode ser? É que sinceramente não me importo que seja qualquer um deles...

Gostaria muito de repetir o juri mas não sei ainda a minha disponibilidade para toda essa semana... Mais próximo digo algo mais concreto... pode ser? De qualquer forma muito obrigada pelo convite!

Anónimo disse...

Não podendo votar em todos, proponho:
AS VANGUARDAS NAS DÉCADAS DE 20 A 40.
Se bem que o segundo, tal como o Francisco refere, reporta-me a alguém que aprecio de coração "Murnau", e por isso de grande interesse.

Ne-To disse...

Foi-me feito chegar por mail a infomação por parte de um companheiro "bloguista".
A iniciativa é excelente e apesar de não ter certezas sobre disponibilidade, é de meu interesse comparecer no Encontro.

Agora respondendo à questao, e tendo em conta o meu interesse pessoal, voto em AS VANGUARDAS NAS DÉCADAS DE 20 A 40. Isto porque Griffith já foi um realizador que me foi "proposto" em determinadas circunstâncias e até porque agora a sua obra está disponível em DVD na Fnac e a preço apelativo. E também porque embora o Expressionismo não seja só Murnau e Lang (por acaso dois realizadores que "venero") acaba por ser para mim um dos três temas que tenho algum conhecimento.


Cumprimentos e um imenso PARABENS para a iniciativa.

Anónimo disse...

Hey, check out this site - these guys pay you up to 30 percent money back for all of your normal online purchases! How does it work? They give you the money they earn from their affiliates whenever you buy through them. Click here for more info

Flávio disse...

Bem, eu voto no expressionismo. Espero que tenhamos oportunidade de falar no Metropolis, do Fritz Lang, o filme da minha vida (apesar da sua qualificação como expressionista ser controversa, mas pronto).

Flávio

www.a-bomba.blogspot.com

dermot disse...

Também quero votar em todos.
Como não posso voto no primeiro, uma vez que é o que sei menos.

Grrr Girl disse...

O 2ª tema, sem dúvida. Um movimento bastante inportante em todas as artes e que permanece como sendo um movimento de uma força ainda maior com o passar dos tempos.

joseo disse...

Muito bem, bela iniciativa, admiro Griffith, reconheco-lhe a importância absoluta, considero Murnau e Lang acima do Expressionismo e dois dos grandes artistas da história do mundo, mas voto na AS VANGUARDAS NAS DÉCADAS DE 20 A 40.

Isto porque penso ser o tema mais disponivel e aberto a novidade, variedade, etc...

Cumprimentos

Mafalda Azevedo disse...

O meu voto vai para:

3º AS VANGUARDAS NAS DÉCADAS DE 20 A 40.

Cumprimentos cinéfilos.

isabel victor disse...

Boa tarde LA, venho aqui agradecer a sua pronta resposta e convocar o seu olhar para as novidades anunciadas o museu ... neste Sábado !

A ideia de participarmos no Blogmeeting está a colher adeptos no mundo dos museus ...

Saudações

LA disse...

Isabel Victor: Venham até Famalicão, e ali até podem lancar a ideia de um encontro de Blogues de Museus (ou de Arte e Museus). Conto convosco. LA

LA disse...

Recebi este mail, que por todas as razões e mais uma nao quero deixar de transcrever aqui, com a devida licença do Gonçalo Trindade:

Exmº Senhor Lauro António,
O meu nome é Gonçalo Trindade, e sou um jovem de 16 anos cuja maior paixão é o cinema. Adoro a Sétima Arte e tudo o que gira à sua volta. Decidi, já há alguns anos atrás, que o meu futuro é ser Realizador de Cinema. Isto é,
obviamente (e tal como os meus pais me dizem constantemente), uma profissão que neste país é extremamente complicada.
Decidi então, e sendo eu um jovem sonhador e idealista, que irei
revolucionar o cinema feito no nosso país, criando aquela ligação que o cinema português não consegue estabelecer com o público. Os franceses vão ao
cinema ver filmes franceses. Os espanhóis vão ao cinema ver filmes
espanhóis. Os portugueses vão ao cinema ver qualquer coisa, desde que não seja um filme português.
Isto deve-se, na minha modesta opinião, ao facto de grande parte dos filmes portugueses que andam por aí serem obras pseudo-intelectuais que normalmente
falam ou da Guerra Colonial, ou de homossexuais, ou de uma qualquer família disfuncional, ou ainda de duas pessoas que embarcam numa viagem de auto-descoberta à volta do país (viagem essa que resulta num road-movie made-in-Portugal... algo que, infelizmente, não é assim tão interessante).
Mas o público também tem alguma culpa... fiquei seriamente preocupado quando verifiquei que «O Crime do Padre Amaro» (uma longa-metragem que, sejamos
sinceros, transformou a obra de Eça de Queirós num filme soft-porn de segunda categoria...) é o filme português mais visto de sempre.
Irei, por isso, tornar-me Realizador de Cinema, de forma a poder dar uma volta de 180º ao Cinema Português. E também porque fazer filmes é o meu sonho. Seja neste país ou noutro. É aquilo que está constantemente na minha
mente, aquilo que é a própria definição da minha alma. Escrevo histórias, imaginando na minha mente todas as cenas, a banda-sonora, como tudo deverá
ficar. Se as câmaras de filmas não fossem tão caras, já teria comprado uma.
E agora, depois desta minha pequena apresentação, creio que é melhor chegar àquilo que me faz escrever este e-mail. Tomei conhecimento (através do seu e
de vários outros blogues), que deseja fazer em Março do próximo ano um Encontro Nacional de Blogues de Cinema. No encontro estará incluído ainda um
workshop, cujo o tema ainda está por decidir.
Eu próprio tenho um blog (http://gonch145.blogspot.com) que infelizmente raramente actualizo, devido à falta de tempo (e também porque não vou ao cinema tanto quanto desejaria. o preço dos bilhetes é demasiado caro, hoje
em dia).
Basicamente, aquilo que gostaria de saber é se poderia fazer parte deste encontro e do workshop nele incluído. Raramente actualizo o meu blog, e tenho apenas 16 anos. Imagino que isso não deverá ser problema, mas quero ter a certeza absoluta de que poderei fazer parte desta oportunidade única,
não apenas pelo workshop (algo que, para mim, deverá ser algo que me abrirá os olhos para vários realizadores e várias obras que ainda não conheço, e também me ajudará a perceber melhor a incrível arte de fazer filmes), mas também desejo estar presente para conviver com outros jovens cinéfilos, já que (e acredite em mim quando lhe digo isto), hoje em dia é raro encontrar alguém com menos de trinta anos que já tenha ouvido falar de obras-primas
como «Citizen Kane», ou «Cinema Paraíso», ou de realizadores como o genial Park Chan-Wook, ou até mesmo Murnau. Ainda está para chegar o dia em que encontrarei outro jovem de 16 anos que tenha ouvido falar de algum destes
nomes.
Este encontro será, para mim, uma excelente oportunidade para conhecer jovens cinéfilos que adorem a Sétima Arte tanto como eu.
Por isso, se possível, gostaria de me inscrever e fazer parte deste Encontro Nacional de Blogues de Cinema e do workshop nele incluído. Envio-lhe este
e-mail para ter a certeza de que isso é possível, já que adorei a ideia e começarei em breve a começar a contar os dias que faltam para chegarem os
dias 9, 10 e 11 de Março do próximo ano. Ficaria satisfeito se fosse o próprio Lauro António a dizer-me: "Sim, Gonçalo, é óbvio que não há nenhum problema, e que poderá fazer parte desta excelente iniciativa que lhe irá muito provavelmente proporcionar uma experiência única".
Espero ansiosamente a sua resposta, desejando mais do que imagina poder fazer parte desta magnífica iniciativa. Desejo apenas que me diga se posso
ou não fazer parte dela.
Despeço-me agora, e espero não lhe ter tomado muito do seu tempo.
Um abraço, Gonçalo Trindade

Gonçalo: Estás inscrito, e espero que cumpras as promessas: sobretudo uma: que te transformes num bom realizador de cinema, e ajudes o cinema português.

merdinhas disse...

porque é cinema...

Gonçalo Trindade disse...

Bem, e eu que vinha aqui apenas para votar no meu tema de eleição («Expressionismo, História e Permanência»), e descubro que o meu e-mail foi aqui colocado.

É inspirador o facto de ter respondido ao meu e-mail, e sinto neste momento um misto de orgulho e compromisso.

A única coisa que posso fazer é dizer que tenciono, custe o que custar, cumprir as minhas promessas. Somos a nova geração do Cinema Português... se não formos nós a salvá-lo, quem mais o fará?

p_alucinado disse...

Apesar da "concorrência" me parecer bastante interessante e credível, o terceiro tema, "as Vanguardas nas dácadas de 20 a 40" é aqule que mais chama à atenção daquele que se assina. Assim sendo, o meu voto irá para ele.

Abraços

Anónimo disse...

Voto:
3º AS VANGUARDAS NAS DÉCADAS DE 20 A 40.

inominável disse...

só voto agora, dois dias mais tarde, por motivos que conehces...

Voto no terceiro tema... o das vanguardas...

fc disse...

Creio que as Vanguardas vão à frente... No entanto ser-se vanguarda é isso mesmo - ir à frente, mais à frente...
Apesar de já ter tido workshops privados, espero poder "cair" no tema vencedor... seja ele qual for, lá estarei... no entanto se for as vanguardas... não era desagardavel.
Beijos