terça-feira, janeiro 16, 2007

Mãe, segundo dia

Mãe

como te quero recordar

para sempre

pintada com muito amor e desejo

pelo meu pai

Exposição Lauro Corado - Aveiro Dezembro 2003

11 comentários:

BlueAngel disse...

Bonita a sua mãe!

Ida disse...

Linda homenagem para uma linda mulher. Beijo carinhoso.

PS: Tens sorte, tantos não têm imagens concretas que persistam e resistam à passagem inexorável do tempo. Tens imagens tão lindas. Mais lindas por terem sido feitas com a alma dele no pincel.

Anónimo disse...

Gostei tanto deste teu post!!!!

Tanto!!! Tão cheio de cor-amor.


beijo Lauro.


B.
________________________________

Matilda Penna disse...

Um beijo, Lauro António.
E um abraço bem grande...

Anónimo disse...

Bonito post e que belas recordações.
Acreditas que, nascida de um casal de artistas plásticos, não tenho uma única pintura da minha pessoa?
Em casa de ferreiro...

isabel victor disse...

Como MÃE senti-me homenageada nesta belíssima evocação ...

Um BEIJO ao Lauro António

(os bem-amados são mais doces ... )

Patrícia disse...

Como lhe disse ontem, acho maravilhoso poder ter a sua mãe (que é muito bonita!) vista pelos olhos enamorados do seu pai...

wasted blues disse...

Que bela mulher, a sua mãe. Parece uma estrela de cinema :)

LA disse...

Um grande obrigado pelo carinho. Um beijo a todas.

Anónimo disse...

Concordo com a Wasted Blues...parece, sem dúvida, uma estrela de cinema.

teresa sá disse...

Muito muito lindos os quadros!
beijinho grande!