sexta-feira, abril 25, 2008

50 ANOS DAS ELEIÇÕES DE HUMBERTO DELGADO

História: 50 anos da campanha de Humberto Delgado
assinalados com livro e com uma estátua
Lisboa, 28 Abr (Lusa) - As comemorações dos 50 anos da campanha eleitoral em que Humberto Delgado desafiou Salazar com a frase "Obviamente demito-o" começam a 7 de Maio com o lançamento da primeira biografia do general, na Assembleia da República.
tamanho da letra
A obra, com mais de 1300 páginas, é da autoria de Frederico Delgado Rosa, neto do "general sem medo" e resulta de um trabalho de sete anos."Humberto Delgado - Biografia do General Sem Medo" é o título do livro, editado pela Esfera dos Livros, que será apresentado por Judite de Sousa e Pezarat Correia. No lançamento, a actriz Alexandra Lencastre vai ler excertos do livro relativos à violência policial da campanha eleitoral.
No Porto, será inaugurada a 14 de Maio uma estátua de bronze de Humberto Delgado, na Praça Carlos Alberto, exactamente no dia em que passam 50 anos sobre a sua chegada à cidade, onde seria recebido por uma multidão.A estátua é da autoria do escultor José Rodrigues, revelou a Fundação Humberto Delgado, que divulgou o programa das comemorações.
A 16 de Maio, a homenagem a Delgado será em Lisboa, com o descerramento de uma lápide com a efígie do general na estação de Santa Apolónia e uma evocação da violência exercida pela polícia por ocasião da campanha eleitoral.
A 10 de Maio, a RTP exibe um documentário realizado por Lauro António intitulado "Obviamente demito-o".
No âmbito destas comemorações, a Câmara Municipal de Lisboa promove um ciclo de conferências no Museu da República e Resistência e visitas guiadas seguindo o roteiro da campanha das presidenciais na capital.
A 20 de Maio, realiza-se no ISCTE (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa) um colóquio intitulado "Humberto Delgado 50 anos depois".
A companhia teatral A Barraca estreia a 30 de Abril uma peça com texto e encenação de Helder Costa também centrada na figura de Humberto Delgado.
"Obviamente demito-o" é o título do espectáculo, inspirado na célebre frase do general proferida numa conferência de imprensa a 10 de Maio de 1958.
Humberto Delgado foi assassinado pela PIDE a 13 de Fevereiro de 1965.
EO. Lusa/Fim

2 comentários:

Snowmass disse...

Tentarei não falhar o documentário de 10 de Maio.
Falar do "General Sem Medo" é ainda muito actual como as últimas notícias o revelaram, relativamente à investigação do seu assassinato.
Um magnífico post.

Mar Arável disse...

Boa divulgação

Dia 10 lá estarei