sexta-feira, junho 27, 2008

SEGUNDO ANIVERSÁRIO JÁ PASSOU!

Parece que foi a 2 de Junho de 2006 que iniciei este blogue. Fez dois anos há dias, mas nem dei por isso. Lembrei-me ontem, durante uma conversa com amigas e amigos igualmente blogueiras. Foram dois anos de alguma escrita, e muita experiência blogueira, alguma da qual bem dispensava. Mexeriquices, má-língua, dor de cotovelo, invejas, cobardias encapotadas, comentários a torto e a direito até esvaziarem por completo o sentido e a dignidade das palavras, que passam a não querer dizer nada, mediocridade a armar aos cucos, enfim de tudo um pouco por aqui vi e li. Alguns e algumas esquecem a vida para se enterrarem neste terreno da convivência virtual e do falso elogio mútuo, onde se sentem muito bem. Rapapés e água de rosas, galanteios e doces mentiras, quem não gosta. E aqui distribuem-se sem receita médica. É ao gosto do freguês (sobretudo das freguesas que se colocam a jeito, à janela do blogue, vendo-os passar, parar e comentar).
Fiz amizades e desfiz conhecimentos, as amizades, as boas, as que mereceram a pena ficaram, mas fui também descobrindo muitas e excelentes vozes de pessoas que desconhecia e que me passaram a que merecer respeito, amizade e carinho. Há muita gente para quem os blogues são um veículo magnífico para democratizar a opinião. Nunca pensei que fosse diferente. Afinal, os blogues não são mais do que o prolongamento da vida. Aqui se cristaliza o que há de melhor e de pior na vida de todos os dias. Com a vantagem de quem tem cara e coragem escrever o que muito bem quer e entende e responsabilizar-se por isso. O que é muito bom. Os outros, os vermezinhos que atacam escondidos merecem aqui o que merecem lá fora: um completo desprezo.
De resto devo dizer que não perdi a vontade de continuar, apenas às vezes o tempo não permite escrever sobre tudo o que se queria abordar. O blogue funciona como uma espécie de diário pessoal, que se torna público, e através do qual se dialoga com os
outros e connosco próprio.

Feitas as contas, há muito mais de positivo do que de negativo na prática de blogar. Mesmo blogando contra a corrente, merece sempre a pena se nos dá prazer.


10 comentários:

Xantipa disse...

Parabéns pelo segundo aniversário!
Concordo consigo. A blogosfera é um reflexo, às vezes até com menos condicionantes, do mundo dito real.
Um abraço

Bandida disse...

bela comemoração!!

parabéns pelo 2. e por ti que és gajo fantástico!!

beijosssss

rouxinol de Bernardim disse...

Parabéns! que se prolongue ad aeternum!

M.Mec disse...

Parabéns, então, e "os cães ladram, etc, etc." Deixa passar e... have a nice birthday!
Beijos

Lauro António disse...

Obrigado, obrigado, obrigado, obrigado.
Vocês todos são uns "gajos porreiros", como diz a Bandida!

Sony Hari disse...

Feitas as contas, há boas razões para cá continuar a passar. E o cartaz da festa promete (bloodiest party of the year!!!)
Beijinhos e venha mais um aniversário.

Donagata disse...

Parabéns. Espero que continue pois gosto de aqui passar.

Beijos.

Ana Paula disse...

Muitos parabéns pelos dois anos deste espaço! Espero que continue... :)

Ana Paula disse...

E acrescento: que continue sempre com todas as novidades que por aqui passam; com todos os textos sempre interessantes e sugestivos, críticos e apreciativos que disponibiliza!
E ainda com toda a dedicação ao cinema que connosco partilha...
Longa vida a este blog!

P.S. - Como são dois anos, os parabéns são a dobrar. :)

Menina_marota disse...

"...Mexeriquices, má-língua, dor de cotovelo, invejas, cobardias encapotadas, comentários a torto e a direito até esvaziarem por completo o sentido e a dignidade das palavras, que passam a não querer dizer nada, mediocridade a armar aos cucos, enfim de tudo um pouco por aqui vi e li."

Sorrio... também aqui? ;))))

Um abraço e continue sim, enquanto lhe der prazer.
PARABÉNS!!