terça-feira, fevereiro 24, 2009

BRINCADEIRAS DE CARNAVAL, I

.
Braga
PSP apreende livros por considerar
pornográfica capa com quadro de Courbet
23.02.2009 - Lusa

A PSP de Braga apreendeu hoje numa feira de livros de saldo alguns exemplares de um livro sobre pintura. A polícia considerou que o quadro do pintor Gustave Courbet, reproduzido nas capas dos exemplares, era pornográfico, adiantou uma fonte da empresa livreira.António Lopes disse que os três agentes policiais elaboraram um auto no qual afirmam terem apreendido os livros por terem imagens pornográficas expostas publicamente. O quadro do pintor oitocentista - tido como fundador do realismo em pintura - expõe as coxas e o sexo de uma mulher, sendo, por isso, a sua obra mais conhecida. Pintado em 1866, está exposto no Museu D'Orsay em Paris. António Lopes manifestou-se "indignado" com a atitude da PSP: "isto é uma vergonha, um atentado à liberdade", afirmou. O empresário é um dos sócios da distribuidora 'Inovação à Leitura', de Braga, organizadora da Feira do Livro em Saldo e Últimas Edições, que está a decorrer, até ao dia 8 de Março, na Praça da República - vulgo Arcada - no centro de Braga. Segundo os especialistas, Gustave Courbet era já um pintor "conhecido em França pela sua destreza técnica mas sobretudo pela sua atitude crítica e corrosiva em relação à sociedade burguesa, que não perdia ocasião de afrontar". Courbet, um socialista convicto, ao representar frontalmente as coxas e o sexo de uma mulher, com o quadro "A Origem do Mundo" abalou profundamente o meio artístico, tendo a sua exposição pública sido proibida na época.
Como gosto muito do referido quadro e até já o tinha postado neste blogue, há uns tempos atrás, aqui o volto a reproduzir com a devida vénia, e na esperança que a ignorância bracarense não se estenda até à net. Braga, cidade que Luís Pacheco tão bem imortalizou no seu "O Libertino Passeia por Braga, A Idolátrica, O Seu Esplendor", continua a dividir-se entre o puritanismo ostensivo e a libertinagem escondida. E, todavia, o génio de Courbet bem nos avisa que é dali que todos saímos, dessa esplendorosa "origem do mundo".

4 comentários:

Helder Magalhaes disse...

Ora tomem lá!
É bom, ao menos, saber que Courbet chocou a sociedade no séc. XIX e volta a chocar no séc. XXI.

Assim era o Courbet... Introduziu um movimento conhecido por "Realismo", representando a banalidade do dia-a-dia, como na sua outra pintura famosíssima "Bonjour, Monsieur Courbet". Foi o primeiro pintor a ter o descernimento de pintar o que lhe apetecia e não se fixar nos retratos dos ricos e dos burgueses que encomendavam e pagavam bem.

Curiosamente, esta é uma das minhas épocas de eleição da História Mundial... feita por génios e por loucura q.b..

Abraço, de bom Carnaval, com muitas loucuras e outras tantas genialidades, como esta do Courbet, do
Helder

Luís Galego disse...

só não me ri mais, porque ainda é a tradução de um país/mundo que ao respeito deve muito...este país ainda chamado preconceito. um abração

A Luz A Sombra disse...

Lauro António, se entender que não deve publicar a minha indignação não publique, mas tenho que mandar cá para fora a minha indignação.

Como podemos esperar outra coisa de quem de arte nada percebe? Eu não sou artista, nem tenho peneiras de perceber de arte, ou de tudo conhecer, mas por isso mesmo, tento ver o que há de grande e belo, longe dos meus pobres e em todos os aspectos analfabrutos olhos, que mais não seja, em pesquisas na net, que felizmente tem muito de arte onde podemos entrar.
Actualmente a cultura, para muita gente, resume-se nos golos ou nos pontapés numa pobre "bola", único desporto de encantar, e como não há desejo de saber mais que isso... fica-se por aí.
A denúncia parece que foi feita por alguém, que... também ficou indignada, talvez ainda de quem tiesse vindo de Paris, ou numa alcofinha cor de rosa trazida pela cegonha.
E os que estão a cima não se incomodaram a confirmar?...
Ai Jesus vai já apreender...
Eu parece-me que isto já não é possível num pais onde tantos viajam tanto.
Afinal onde vão quando viajam?
Só aos Restaurantes para contar o que comeram, como por vezes ouvimos?...
Estamos no século XXI e a informação está toda, em todo o lado, à disposição de todos.
Os meus cumprimentos
A Luz A Sombra

Maria Eduarda Colares disse...

Ontém ouvi o José Gil na rádio a comentar este acontecimento. Foi tão brilhante que até ofuscava. Magnífico. É espantoso como o obscurantismo e o esclarecimento, colocados lado a lado, se tornam ainda mais gigantes!