segunda-feira, janeiro 18, 2010

GLOBOS DE OURO - VENCEDORES

:
Os vencedores da 67.ª edição dos Globos de Ouros foram:

EM CINEMA

Prémio Cecil B DeMille
Martin Scorcese

Melhor filme dramático
Avatar

Melhor realizador
James Cameron – Avatar

Melhor comédia ou musical
A Ressaca

Melhor actor em filme dramático
Jeff Bridges – Crazy Heart

Melhor actriz em filme dramático
Sandra Bullock – The Blinde Side

Melhor actor em comédia ou musical
Robert Downey Jr. - Sherlock Holmes

Melhor actriz em comédia ou musical
Meryl Streep – Julie e Júlia

Melhor actor secundário em cinema
Christoph Walltz – Sacanas Sem Lei

Melhor actriz secundária em cinema
Mo'nique – Precious

Melhor Argumento
Jason Reitman, Sheldon Turner – Nas Nuvens

Melhor filme de animação
Up – Altamente!

Melhor Banda Sonora
Michael Giacchino - Up – Altamente!

Melhor Canção
Ryan Bingham e T Bone Burnett "The Weary Kind” - Crazy Heart

Melhor filme de Lingua Estrangeira
O Laço Branco - Michael Haneke

EM TELEVISÃO

Melhor série dramática
Mad Men

Melhor série cómica ou musical
Glee

Melhor actor em série dramática
Maichael C. Hall – Dexter

Melhor actriz em série dramática
Julianna Margulies – The Good Wife

Melhor actor em série cómica ou musical
Alec Baldwin – 30 Rock

Melhor Actriz em série cómica ou musical
Toni Collete – United States of Tara

Melhor mini-série ou filme para televisão
Grey Gardens

Melhor actor para mini-série ou filme para televisão
Kevin Bacon – Taking Chance

Melhor actriz para mini-série ou filme para televisão
Drew Barrimore – Grey Gardens

Melhor actor secundário série de televisão
John Lithgow – Dexter

Melhor actriz secundária série de televisão
Chloë Sevigny – Big Love

Quem acompanhar o que se escreve neste blogue sobre os filmes nomeados já estreados em Portugal vai descobrir uma quase total sintonia entre o que aqui se escreveu e os prémios atribuídos, com a excepção de "Up - Altamente!", que não provocu a minha completa adesão.

5 comentários:

Lena Mirotes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lena Mirotes disse...

Caro Lauro António

Fica aqui registado o meu agradecimento pelo seu precioso comentário.
Obrigada
Lena Mirotes

Hugo Cunha disse...

No geral tambem estou de acordo com os prémios, embora concordando com o prémio ddo á Meryl Streep acho que no filme em causa acontece um pouco de overacting por parte dela.

Manuel Pereira da Silva disse...

Para nos animar um pouco!!!
Mario Vargas Llosa refere na edição de hoje do jornal “EL PAÍS” a propósito das eleições Presidenciais no Chile que deram a vitória ao candidato da direita, Sebastian Piñera, que num encontro que teve com este, três dias antes do acto eleitoral, lhe perguntou qual queria que fosse a sua melhor contribuição no governo se ganhasse as eleições. “Dar um impulso decisivo ao nosso plano de oito anos, para crescer a um prometido 6% anual, algo perfeitamente realizável. Se o conseguirmos, o PIB, que é agora de 14.000 dólares terá um aumento para 24.000. Alcançamos Portugal”, Chile deixará então o subdesenvolvimento e será o primeiro país da América Latina a integrar o primeiro mundo.

Tendo o nosso governo copiado o modelo Chileno de Avaliação de Professores, eis senão quando que passamos a ser o modelo a seguir.
Um abraço,
Pedro Nunes

D.M disse...

Só quis mesmo deixar aqui um comentário relativamente à sua "falta de adesão" no que toca ao último filme da Pixar. É para mim, sem sombra para dúvidas, o melhor que a Pixar teve para oferecer, usufruindo do que aparenta ser uma história base muito simples, elevando-a para o fantástico com uma elegância e sensibilidade como poucas vezes se vê. Acho que o óscar está mais que assegurado, e diga-se, com todo o mérito!